01 junho 2010

Nos primeiros 3 dias de ressaca...

Afinal, descobri que há muita gente que apesar de se identificar na teoria com as ideias que "devemos comer com moderação" e "podemos comer de tudo um pouco", na prática isso leva a que não consigam emagrecer porque é muito mais difícil manter um equilíbrio do que eliminar um tipo de "alimento".

Quanto a mim, custa-me particularmente deixar o açúcar nos primeiros três dias... Parece que a toda a hora me apetece comer um docinho, mas eu sei que se resistir durante esses dias, a vontade vai embora rapidamente.

Ontem ao lanche estavam umas 4 pessoas à minha volta a comer gelados de chocolate e eu ali a morrer de vontade de comer um, mas firme e forte a beber o meu sumo de laranja natural espremido na hora!

Será que vocês já se aperceberam que o açúcar tem o mesmo efeito no nosso corpo que uma droga? Nós ficamos momentaneamente felizes quando comemos açúcar e ficamos viciadas ao ponto de ficarmos irritadiças, cansadas e com dores de cabeça quando tentamos retirá-lo da nossa vida... Tal e qual como os viciados em cocaína, alcoólicos, fumadores inveterados, ou viciados em cafeína!

Mas felizmente que ao fim de 3 dias de desintoxicação esses sintomas melhoram, e a verdade é que podemos viver sem essa droga para o resto da vida sim! (sabiam que a Humanidade viveu sem açúcar na sua dieta diária até cerca de 200 anos atrás?)

Hoje não sei como vai estar a minha vontade por doces, mas já trouxe fruta para ir comendo entre as refeições, é uma óptima técnica para afastar a ressaca de açúcar!

8 comentários:

mllissa disse...

Eu por acaso não tenho comido doces, coisa que parecia impossivel. Comeicei a pensar como tu, porque o meu "só um não faz mal" revelava-se em bolachas ou chocolates todos os dias...e a verdade é que o corpo habitua-se mesmo à sua ausência.
Bjo

Cris disse...

Graças a Deus que tenho tendencia para os salgados.

Eheheheh

boneca de porcelana disse...

Concordo mm ctg e o meu distúrbio alimentar advém daí. Agora estou a tentar evitar qq tipo de açúcar, a ver vamos como corre!

Roberta Fischer disse...

Concordo contigo qdo fala que o doce é como uma droga em nosso organismo... eu fico as vezes "fissurada" desejando loucamente e tbem acho que os primeiros dias são os mais difíceis, depois melhora.

Deixei um comentário no post do dia 30 para vc.

Beijos

Márcia disse...

oi linda... tb acho q seja uma droga mesmo...muito dificil de eliminar...mas acho q aos poucos a gente acostuma...parabéns pela sua força de vontade... bjs

Érica Oliveira disse...

doce parece uma droga mesmo, quanto mais se come mais se quer comer!!!!
muito chato isso!!!
o pior é que eu AMO doce!

Lary disse...

Ih amiga é verdade!
É um vício mesmo viu..
aliás o fato de comer demais pra mim já é considerado uma droga tbm..
por isso temos que ser firmes na RA..é uma luta constante e diária!

Beijooosss..

Marta disse...

Certo! Três dias! Eliminando café e açúcar sentimo-nos muito mais bem dispostas, e a vontadinha vai desaparecendo. O problema é que quando o corpo se habitua já é 6ª e ai vêm as refeições com os amigos, os doces da mamã... e 2ª toca a recomeçar tudo de novo.

A solução: ser firmes! "Eu não como doces", como um vegetariano diz "Eu não como carne" ou um ex-alcoólico "Eu não bebo alcóol". É o preço de uma vida sã e feliz.

Muita força!

Postar um comentário